UEIM UFSCar localiza o mapa mais antigo de seu acervo
25/10/2012

Documento datado no ano de 1883 mostra a planta das linhas férreas da Companhia Paulista em tráfego próximo aos rios Mogi-Guaçu e Pardo. A Unidade Especial de Informação e Memória (UEIM) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) localizou no início do mês de setembro o documento mais antigo de sua coleção cartográfica. O mapa “Companhia Paulista – Plantas das linhas em tráfego dos rios Mogi-Guaçu e Pardo – 1883” mostra o percurso da linha férrea da região. Segundo o coordenador da Unidade, professor João Roberto Martins Filho, do Departamento de Ciências Sociais da UFSCar, embora o mapa não seja um exemplar único, pois trata-se de uma litogravura, o documento possui um inegável valor histórico. “Esse é um belíssimo documento que mostra a linha férrea, as cidades localizadas no percurso e a hidrografia da região. O mapa está em estado razoável de conservação, mantém as cores originais e deverá passar por processo de restauração nos próximos meses, num ateliê especializado de São Paulo”, afirma Martins Filho. A UEIM tem um acervo total de mil documentos desse tipo, dos quais 300 constituem plantas ou mapas únicos e originais, em geral referentes às atividades agrícolas e investimentos urbanos do fazendeiro Carlos Leôncio “Nhonhô” Magalhães. Em sua maioria, as plantas e mapas históricos datam dos primeiros 30 anos do século XX, mas há alguns originais do final do século XIX e outros do período pós 1930. Parte do acervo de mapas e plantas históricas encontra-se disponibilizado no site da UEIM: www.ueim.ufscar.br