Sabesp quer aumentar tarifa residencial, mas continua dando desconto para grandes empresas | Pública

TextoCompleto/Pública: Sabesp quer aumentar tarifa residencial, mas continua dando desconto para grandes empresas | Pública

Dias depois de o presidente da Sabesp, Jerson Kelman, anunciar que busca um “pacto social” para aumentar a conta de água para a classe média, a Pública revela que 466 empresas continuam pagando tarifas “premium”, mais baratas, porque consomem muita água.

Os contratos de demanda firme continuam ativos, apesar de terem gerado protestos durante o auge da crise de água, em 2015. Eles garantem um vantajoso desconto para empresas e indústrias que gastam acima de 50 mil litros. Diferentemente do que ocorre com consumidores residenciais, quanto maior o uso, menor é o valor que as empresas pagam pelo metro cúbico (1.000 litros). O presidente da Sabesp chegou a afirmar em 2015 que a política poderia ser revista. No entanto, como mostram os documentos obtidos pela Lei de Acesso à Informação, centenas de clientes comerciais continuam gastando muito e pagando pouco.

“Essa política vai contra os princípios da Política Nacional de Saneamento Básico, de que a tarifa tem que ser um instrumento que induza o consumo racional, consciente. Esses contratos são indutores a um consumo maior”, afirma Guilherme Checco, do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), que monitora o nível dos mananciais paulistas.>>>Mais

There are no comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: