Hannover promove a solução para o lixo

A Hannover Ambiental de Brasília inovou e criou uma tecnologia a baixo custo para minimizar o problema do lixo nas cidades bresileiras
Hannover

Hannover: transformar os resíduos em gás de síntese, utilizado como combustível para a co-geração de energia

Desde o dia 2 de agosto de 2012, o governo federal fica impedido de liberar recursos para estados e municípios destinados a investimentos na área de resíduos sólidos caso não sejam apresentados, pelos interessados, os respectivos planos de gestão. Pela lei, até 2014, todos os lixões estarão desativados e os rejeitos de todo o país devem ser encaminhados para aterros sanitários.

A empresa brasileira Hannover Ambiental de Brasília desenvolveu uma tecnologia avançada para transformar o lixo em energia e para a reduzir e inertizar os resíduos urbanos e hospitalares.

Trata-se de uma Usina de Processamento com tecnologia de PLASMA capaz de processar o lixo e transformar os resíduos em gás de síntese, utilizado como combustível para a co-geração de energia e redução na emissão de gases tóxicos na atmosfera, sem efluentes ou aterros.

O diretor da Hannover, Sr. Roberto Morale, comenta abaixo os problemas e soluções para a questão do lixo no Brasil.

1-Atualmente as prefeituras com menos de 150.000 habitantes possuem um problema gravíssimo para cumprir a Lei de Resíduos, a maioria dos pequenos municípios possuem apenas “lixões”e não tem escalabilidade para atrair investidores para Aterro Sanitário, que só possuem viabilidade econômica a partir de 200 toneladas/dia.
2- Os prefeitos recebem TACs (Termo de Ajustamento de Conduta) do Ministério Público e não têm como cumprir a Lei, pois não possuem recursos nem empresas dispostas a investir em aterros sanitários em municípios pequenos, se forem formados consórcios, o frete é um empecilho, fica caro transportar o lixo até o município que possui um aterro.
3- Alguns aterros não estão dentro da legislação, nem geram energia, obrigatório por Lei.
4- Alguns aterros “tentaram” gerar energia com motores movidos a pistão a gás, mas a manutenção, a cada 3 meses, é enorme e o custo torna o investimento inviável.
5- As soluções até hoje apresentadas são de usinas de incineração, caríssimas e 100% importadas, não tendo atraído investidores dispostos a aportar o capital necessário.
6- As soluções com PLASMA, de multinacionais americanas não têm viabilidade econômica, pois o plasma dessas empresas funcionam com muita energia, argônio e muita amperagem, para cada tonelada recebida gasta-se mais em energia do que o dinheiro recebido, a equação é NEGATIVA, no mundo onde tem instalações deste tipo o governo subsidia a operação, portanto não tem viabilidade para uma empresa privada operar.

A Solução da Hannover:
1- O PLASMA utilizado pela Hannover é 100% tecnologia nacional dominada pelos engenheiros da empresa e seu custo de operação é muito baixo e o consumo x geração de energia é positivo deixando o excedente de energia para ser comercializado.
2- A Hannover promoveria uma PPP (Parceria Publica Privada) por 30 anos com empenho de receita do município e venda da energia excedente da co-geração com desconto atrativo ao município.
3- Para a formação desta PPP, primeiro é realizada uma audiência pública na assembléia legislativa, com o Ministério Público e a sociedade civil, após a aprovação é elaborada uma LEI MUNICIPAL , a prefeitura tem o direito de comprar a energia elétrica da usina com 30% de desconto sobre a tarifa que paga atualmente, com a autorização legal da ANEEL, esta é a equação que nos daria a rentabilidade, pois ao pagar 30% menos, o município estaria transferindo o lucro, que iria para a concessionária, para receita da USINA, e esta resolveria o problema dos resíduos, solução bem simples, o restante da energia gerada seria vendida para o mercado livre.
4- A prefeitura cederia a área onde existe o lixão e a Hannover construiria a usina, o projeto ainda contemplaria um local apropriado para a associação dos catadores com equipamento de segurança para a triagem dos resíduos, auxiliaria na venda dos resíduos e receita revertida (100%) para uma associação dos catadores.
5- Atualmente o governo libera verbas através do PAC para as cidades construírem seus aterros e depois estes aterros, por falta de manutenção, viram um Lixão. | webHannover

There are no comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: