Odebrecht | Coleta à vácuo de resíduos

Parque da Cidade, empreendimento da Odebrecht Realizações Imobiliárias, usa tecnologia para gestão de energia, água, resíduos e estacionamento, está entre os 18 projetos mais sustentáveis do mundo. Sistema ICT e lixo a vácuo são algumas das tecnologias de ponta utilizadas
Odebrecht | Coleta à vácuo de resíduos

Parque da Cidade, empreendimento da Odebrecht Realizações Imobiliárias, usa tecnologia para gestão de energia, água, resíduos e estacionamento, está entre os 18 projetos mais sustentáveis do mundo.

Localizado na Zona Sul da capital paulista, o Parque da Cidade, empreendimento da Odebrecht Realizações Imobiliárias (OR) referência em planejamento urbano, está entre os 18 projetos do mundo que integram o programa “C40 Climate Positive Development Program” (CPDP), uma iniciativa do grupo C40 Cities, em parceria com o Clinton Climate Initiative (parte da Fundação Clinton) para lidar com os desafios de urbanização desenfreada e combater as mudanças climáticas. O CPDP inclui os melhores projetos em todo o mundo que tenham a proposta de conseguir saldo climático positivo, reduzindo as emissões de carbono por meio de um desenvolvimento economicamente viável e ecologicamente sustentável.

O Parque da Cidade, previsto para ficar totalmente pronto até 2019, conta com diversas soluções tecnológicas que promovem a sustentabilidade e facilitam o dia a dia dos moradores. Uma das tecnologias adotadas é o sistema interativo ICT (Information and Communication Technology), que informará em tempo real o consumo de água e energia, condições de trânsito e previsão do tempo, entre outros dados. Composto por infraestrutura e redes, sistemas e serviços e canais de mídia, o ICT contempla desde sistema de controle de estacionamentos, gestão de resíduos e controle de acessos até quiosques de informação e totens. A ideia é permitir também o acesso aos dados por diferentes tipos de usuários — residentes, proprietários, visitantes, funcionários e os chamados facilities manager, que administram o empreendimento e, ainda, por meio de diferentes ferramentas, como computadores, smartphones e tablets.

Outra solução utilizada será o sistema de coleta a vácuo de resíduos que facilita a coleta seletiva e aumenta a reciclagem, reduzindo o volume de resíduos enviados para aterros. A tecnologia de coleta de lixo por aspiração, desenvolvida pela empresa sueca ENVAC, já está em operação em uma série de países ao redor do mundo, como Suécia, Espanha, Portugal, Emirados Árabes, Inglaterra e França. O Parque da Cidade será o primeiro empreendimento imobiliário da América Latina a implantar esse sistema.

O usuário pode depositar os seus resíduos 24 horas por dia nas entradas específicas para lixo comum, reciclável e orgânico. Em seguida, os resíduos são transportados por meio de um fluxo de ar forte, que os lança na rede de tubulação subterrânea até um posto de coleta, onde cada tipo de resíduo é armazenado em recipientes herméticos separados e, depois, seguem para tratamento final. Além de eliminar barulhos e odores, a tecnologia permite ampliar em 35% o volume de materiais reciclados.

Na prática, o complexo é formado por construções sustentáveis que levam em conta itens como eficiência energética, consumo e conservação de água e gerenciamento de resíduos. Além de integrar o Climate Positive Development Program, o projeto Parque da Cidade segue os parâmetros da certificação LEED ND (Neighborhood Development), sistema de certificação e orientação ambiental de edificações, criado pelo US Green Building Council. Ele é o selo referência em gestão ambiental e urbanística de maior reconhecimento internacional e o mais utilizado em todo o mundo, inclusive no Brasil. A certificação LEED ND, ainda inédita na América do Sul, é atribuída aos empreendimentos que impactam positivamente nas comunidades em seu entorno.

Ocupando um terreno de aproximadamente 83 mil m² na zona sul da capital paulista, o complexo multiuso Parque da Cidade é composto de dez torres, sendo cinco corporativas, uma de escritórios, duas residenciais, um shopping e um hotel. Com público estimado de 65 mil pessoas por dia, entre moradores e visitantes, ele está totalmente integrado a uma área verde de 22 mil m². O projeto está em completa harmonia com os planos municipais de revitalização da região da Chucri Zaidan, estabelecidos pela Operação Urbana Água Espraiada da Prefeitura Municipal de São Paulo.

Sobre a OR (Odebrecht Realizações Imobiliárias) – Presente em todas as regiões do Brasil, com escritórios regionais em Salvador, Recife, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas e Brasília, a OR (Odebrecht Realizações Imobiliárias) desenvolve projetos residenciais, empresariais, comerciais e de uso misto que atendem às necessidades e peculiaridades de cada localidade e de públicos distintos, sempre mantendo o padrão de excelência que caracteriza a empresa. A OR (Odebrecht Realizações Imobiliárias) atua hoje em 21 cidades, de sete estados, além do Distrito Federal, e conta hoje com cerca de oito mil integrantes. A OR (Odebrecht Realizações Imobiliárias) é membro fundador do Green Building Council, organização que visa fomentar a indústria de construção sustentável no país, e possui empreendimentos com a certificação LEED. Também trabalha com outros selos verdes, como o Aqua, o Procel e o Selo Azul da Caixa.| webOR

There are no comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: