Os ganhadores do DBUAA Rio 2013

Os ganhadores do Deutsche Bank Urban Age Award – DBUAA Rio 2013 – são Plano Popular Vila Autódromo e Pontilhão Cultural. Escolhidos por um júri independente dentre um grupo de 170 concorrentes e uma lista resumida de quatro finalistas, o Plano Popular Vila Autódromo receberá um prêmio de 80.000 dólares em dinheiro e o Pontilhão Cultural receberá um prêmio de 20.000 dólares em dinheiro.

DBUAA Rio 2013Plano Popular Vila Autodromo – O “Plano Popular” desenvolvido pela comunidade de Vila Autódromo juntamente com especialistas em planejamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) é um exemplo de parceria entre diferentes entidades para proporcionar uma ampla visão de como uma comunidade pode ser adaptada para melhorar os padrões de vida de todos os moradores.

As dinâmicas do Plano Popular são idealizadas para atuarem tanto como plataforma para o diálogo entre a comunidade, a universidade e as autoridades da cidade como, também, para proporcionarem um foro de discussão sobre quais ações são mais necessárias para elevar a qualidade do ambiente e da sustentabilidade da vizinhança. O júri ficou impressionado com o fato de que a iniciativa organizada há dois anos, apesar de alguns retrocessos, pareceu engajada em produzir os sucessos alcançados numa forma construtiva e proativa.

O bem sucedido Plano identificou alguns projetos e iniciativas que, se realizados, melhorariam as dinâmicas da vida urbana diária dos moradores locais de todas as idades. Em particular, o júri reconheceu os benefícios que resultariam para a comunidade com a implementação de uma creche.

O júri recomendou o projeto por estabelecer um processo de atuação entre diferentes atores na cidade e de identificação das essenciais necessidades espaciais para uma comunidade vulnerável e frágil, e apoia a construção da creche como primeiro passo na consolidação do próximo estágio do projeto.| VilaAutódromo

Pontilhão Cultural – Localizado na comunidade Maré, o Pontilhão Cultural é tocado por uma coletividade local e faz uso criativo de um espaço encontrado em uma área densa da cidade que oferece pouco espaço livre aos seus moradores mais jovens. O espaço está debaixo de uma via urbana congestionada – a Linha Amarela e muito perto da Linha Vermelha – num importante entroncamento de vias da cidade, sem nenhum espaço para tráfego de pedestres. A iniciativa transformou com sucesso esse espaço degradado, perto do Canal do Fundão, um paraíso para eventos artísticos e culturais, que é usado por grupos de jovens em diferentes horas do dia e da semana para se engajarem em atividades de lazer e aprendizado, seguras e bem organizadas, incluindo skate, concertos, pintura e outras práticas artísticas.

Anteriormente usado como desova de lixo e entulho, o Pontilhão Cultural transformou-se em um bem sucedido recurso para atividades coletivas abertas a moradores, associações de vizinhança, ONGs, artes e grupos culturais. O projeto é tocado a partir da Lona Cultural, um equipamento municipal próximo que administra uma biblioteca, uma cozinha coletiva e eventos teatrais e é organizado por dois moradores locais, entusiásticos e comprometidos, cujas atividades vão bem além dos seus afazeres diários.

O local do projeto usa o espaço de um modo criativo, mas também atua como um espaço de integração entre distintas comunidades, transformando uma fronteira local de encontros. A coletividade da Maré inclui músicos, produtores e ativistas culturais que regularmente organizam eventos abertos, performances, workshops, apresentações de vídeo, leituras, jogos, skate e outros esportes e atividades de lazer. Todos os eventos são gratuitos e atendem às demandas e aos anseios locais. Esforços estão sendo feitos para melhorar a qualidade do ambiente com iluminação, arborização, rampas de skate e playground.

O júri aprovou o projeto por envolver parcerias e construindo um lugar que incentive a coesão social no Rio e endossa a necessidade de mais investimento em equipamentos, recursos e materiais para ampliar as suas atividades para as muito diferentes comunidades da Maré.| ColetivoMaré

O júri também decidiu dar a mais dois projetos uma “Menção Honrosa”. São eles:

Censo Maré – Localizado na comunidade Maré desde 2010, o projeto gira em torno da criação e da implementação de uma pesquisa que descreve a realidade social demográfica dos residentes locais cuja existência não é contemplada de outra forma pelas estatísticas oficiais obtidas pelos órgãos públicos. Organizada em parceria com Redes da Maré, outras instituições e residentes locais, a pesquisa permite identificar as principais demandas sociais da comunidade e então promove formulação de políticas e propostas que podem melhorar a qualidade dos serviços públicos.

Um sub-produto da pesquisa é o desenvolvimento de um guia de ruas para a Maré que, literalmente, põe as pessoas no mapa e propicia às famílias um endereço postal identificável. Isso levou ao levantamento de sinais identificadores de rua que significam a história e a presença da comunidade e do seu povo.

O júri aprovou o projeto pela sua efetividade em marcar a presença espacial de comunidades às vezes esquecidas e em achar formas de articular as suas necessidades, reconhecendo que a iniciativa é um primeiro passo importante para o entendimento do que é necessário e das ações concretas para fazer com que as coisas aconteçam.| RedesdaMaré

Agência de Redes para a Juventude – A iniciativa aborda a necessidade urgente de promover o empreendedorismo entre os jovens moradores de áreas excluídas para possibilitar-lhes desenvolver oportunidades, conectados a realidades econômicas e sociais mais amplas. Desenvolvida com o Observatório de Favelas e com uma rede de universidades, a Agência oferece treinamento e acesso aos jovens para impulsionarem a inovação e desenvolverem as necessárias aptidões para transformar ideias em realidade.

A Agência reconhece que comunidades jovens sem qualificação são o repositório de energia criativa entre os jovens cujas vidas frequentemente se tornaram frágeis e vulneráveis por causa de fatores externos. A rede opera nas comunidades mais desfavorecidas da cidade, fortalecendo redes sociais e impelindo a criação de redes colaborativas por indivíduos capacitados.

O júri aprovou o projeto pela sua habilidade em promover capacidade reunindo jovens no Rio, reconhecendo e otimizando o potencial dos residentes nas favelas do Rio para melhorarem suas vidas.| AvenidaBrasil

O Deutsche Bank Urban Age Award foi criado para incentivar Pessoas a tomarem responsabilidade pelas suas cidades. Celebra parcerias entre cidadãos, políticos, a economia e ONGs que tentam contribui para melhorar a qualidade de vida nas suas cidades.

Os membros do júri do Brasil são os seguintes: Paola Berenstein Jacques, professora da Universidade Federal da Bahia/ Lívia Flores, artista e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro/ Cristina Freire, curadora Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo/ Fabiana Izaga, vice-presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil, Rio de Janeiro.

Os membros internacionais do júri são: Prof. Ricky Burdett, diretor da LSE Cities/ Anthony Williams, ex-prefeito de Washington DC/ Anna Herrhausen, membro do Conselho de Curadores da Alfred Herrhausen Society.

Opinião do Prof. Ricky Burdett, presidente do júri, sobre a edição do prêmio realizada no Rio: “O Rio de Janeiro é uma das mais dinâmicas cidades no mundo, criando oportunidades e tensões para todos os seus residentes à medida que passa por mudanças significativas. O Deutsche Bank Urban Age Award deste ano demonstra o poder das ações locais para transformarem a qualidade de vida de algumas das comunidades mais vulneráveis da cidade, criando um foco para o continuado melhoramento das condições espaciais e sociais da vida urbana.”| DeutscheBankUAA

There are no comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: